• Opção Popular

O Papa e Lula

* Por Jorge Almicar de Castro




Foto: Ricardo Stuckert


O encontro entre Lula e o Papa provocou uma onda de histeria nos católicos de direita. Este grupo já esbraveja contra o atual Papa, pois o considera comunista . Agora, com encontro dele com o ex-presidente foi a pá de cal. Os católicos conservadores se sentem saudades de um Papa como o Pio XI, o qual teve uma amizade com fascista Mussolini. O Mussolini retribuiu Pio XI dando de presente a independência do Vaticano.


O atual Papa argentino é acusado de ter sido colaborador da ditadura militar em seu país. O Hermano teria banido os livros progressistas da biblioteca e mantido boa relação com os sanguinários militares argentinos.


A versão de Francisco é que ele apenas tentou proteger os jesuítas da sangrenta perseguição. Polêmicas a parte o atual Papa é tido por parte dos fiés católicos como um reformador e comunista. Isso por pregar em defesa dos mais pobres e condenar a desigualdade.


O que soou engraçado é que os críticos de Francisco são fãs enlouquecidos de João Paulo II. O Papa polonês encontrou-se com Lula e Walesa em 1983. O primeiro era líder sindical e opositor da ditadura brasileira e o segundo era também líder sindical e opositor do regime comunista em seu país. Lula conta que o encontro com o Sumo sacerdote foi ótimo, porém

Walesa saiu cheio de dinheiro e apoio para lutar contra o comunismo em seu país e Lula só recebeu alguns tapinhas nas costas.


O João Paulo II defendi a liberdade para o Leste europeu contra o comunismo . Porém na América do Sul não criticava as ditaduras . Aqui ele visitou e apertou as mãos sujas de sangue do João Figueiredo, do ditador chileno Pinochet e do ditador paraguaio Stronesser. Todos os três foram responsáveis pelo assassinatos de padres, opositores e freis que lutaram contra os respectivos regimes tirânicos.


Portanto, os católicos conservadores dizem-se defensores das palavras de Cristo e da paz. Contudo, ao mesmo tempo rebelam-se contra um Papa que combate a fome, prega a paz, defende os mais pobres, come no bandeijão e luta pela preservação ambiental. O encontro de Lula e Francisco foi para pensar saídas contra a desigualdade social. Está aí a raiva dos que xingam o pontífice. Eles devem ser a favor da desigualdade ou preferirem o Papa que se calavam diante das atrocidades das ditaduras ao Sul do Equador.



0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 Opção Popular